Igreja Católica Apostólica Romana

Missionários do Comidi se reúnem para retiro de formação

Nos dias 24 e 25 de fevereiro, no Instituto Piamarta, em União da Vitória, ocorreu o retiro Missionário, que contou com a presença de 90 missionários de várias Paróquias da Diocese. O assunto deste ano foi o “Ano do Laicato” seguindo como base o Documento da CNBB que coloca os leigos (as) como ‘Sal da Terra e luz do Mundo’. O pregador do retiro foi o diácono Agostinho Vanderlei Basso, da cidade de Irati – Diocese de Ponta Grossa. “Aqui Leigo não é algo pejorativo, mas é Missão. Cada leigo é pedra viva. Quando um cristão católico não participa da sua Igreja é como se faltasse um tijolo; devemos ser Sal para dar sabor no mundo, não podemos ser um cristão sem sal”, dizia o Diácono.

Diácono Permanente Agostinho, falando do Ano do Laicato aos Missionários, na sala do Instituto Piamarta.

Citando a passagem do Engelho de Marcos 3,13, o palestrante dizia que o sal tem também a sua medida certa para cada coisa. “Jesus chamou aqueles que ele quis. Hoje encontramos pessoas que precisam de sal na sua vida”, motivava o diácono.

Momento de Devoção dos Missionários, com as Estações da Via-Sacra.

Além da palestra, no período da tarde os missionários tiveram um momento de oração pessoal, silêncio e meditação da Sagrada Escritura. No sábado, além da Santa Missa, houve um momento devocional com a caminhada da Via – Sacra, enquanto o padre Joviano atendia as confissões para a quaresma. O sábado foi encerrando com a adoração ao Santíssimo.

No domingo, entre o momento do Terço Missionário e a palestra, os missionários receberam a visita do padre Mário Glaab, atual Administrador Diocesano, que expressou alegria ao ver muitos missionários no retiro. “Vocês tem um papel muito importante na caminhada de evangelização da nossa diocese”, destacou padre Mário.

As cores diferentes na toalha, nas velas e no Terço representam os cinco continentes.

Ao final do encontro, logo após a celebração, padre Joviano, assessor diocesano do COMIDI, destacou o fato de ter brotado duas vocações entre integrantes da equipe missionária de 2017.

“Dois missionários que estavam em nossa equipe ano passado, assumiram fazer o caminho da vocação sacerdotal e religiosa este ano. Tivemos o Marcelo Kopetski, que ingressou no Seminário em União da Vitória e a jovem Franciele, que ingressou na Congregação das Irmãs de São José (Ucranianas). Tal fato é uma grande alegria para todos nós missionários”, externou o padre na conclusão do encontro.

Texto e fotos: Eduardo Barbosa Araújo
Secretário do COMIDI

 

b-frase-10
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*