Igreja Católica Apostólica Romana

CNLB divulga ‘carta manifesto’ sobre a atual conjuntura no Brasil

Na última quinta-feira, 31, Solenidade de Corpus Christi, aconteceu a abertura da 37ª Assembleia Nacional do Laicato do Brasil. Cerca de 200 representantes dos 18 regionais e associações filiadas ao CNLB estiveram reunidos de 31 de maio a 03 de junho, na Casa de Retiro São José dos Redentoristas, em Belo Horizonte – MG.

Marilza Schuina, presidente da CNLB fez a acolhida apresentando a assessora Moema Miranda da REPAM, que trabalhou a Análise de Conjuntura com a reflexão da realidade desafiadora sobre a ideia de se estar vivendo um tempo mutante. “Precisamos acreditar que um outro mundo é possível, do verbo esperançar. Nós estamos vivendo em momento de crise, em que o velho já morreu e o novo ainda não nasceu. Crise é uma coisa que passa, mutação é diferente, é uma crise complexa segundo Papa Francisco”, disse Moema.

“Existe uma luta de classe, e a classe dos ricos estão vencendo, os ricos cada vez mais ricos e os pobres cada vez mais pobres. Hoje temos que enfrentar a riqueza, é uma questão fundamental, não vamos superar se continuamos consumindo cada vez mais”, complementou ela.

Na noite de quinta-feira foi celebrada a Missa de Corpus Christi, presidida por Dom Vicente de Paula Ferreira, bispo auxiliar da Arquidiocese de Belo Horizonte. Durante sua homilia Dom Vicente falou da divindade e humanidade de Deus. “Deus fez um esforço tão grande para entrar na nossa carne humana e assumir toda nossa humanidade doando a si mesmo no corpo e muitas vezes nós fazemos um esforço muito grande para voltar com Deus para o céu”, refletia o bispo.

No segundo dia da assembleia foi trabalhado o tema “Cristãos leigos e leigas comprometidos e comprometidas com a transformação”, assessorado por Daniel Seidel. “O compromisso com os pobres nos chama à missão. A igreja abre espaço para os movimentos sociais e lutas sociais. O frescor da nova encíclica do Papa Francisco diz ‘santificai-vos para que possais santificar os outros’, lembrando que falta o frescor da Alegria do Evangelho na missão”, dizia Daniel.

Outro momento do evento foi a reflexão sobre o Documento 105 da CNBB “Cristãos Leigos e Leigas na Igreja e no Mundo”. 12 grupos refletiram sobre os areópagos mencionados no Documento.

No quarto e último dia, a Comissões do CNLB e a Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB apresentaram seus projetos de formação para os regionais.

Em vista da atual situação política social do Brasil, os delegados e delegadas dos Regionais elaboraram uma carta manifesto, expressando avaliações da atual conjuntura do Brasil e dando pistas de ação aos cristãos. Leia aqui a  Carta Manifesto.

Ao final, foi relembrado aos participantes dos próximos encontros na Igreja do Brasil que envolvem representantes do Laicato.

Encontros em 2018:

– Encontro Nacional de Comunicação para as equipes de comunicação dos CNLB regionais: dias 22 e 23 de setembro de 2018, em São Paulo.

– Encontro do CELAM: dias 2 à 4 de novembro deste ano, com o encontro do colegiado do segundo semestre sendo realizado dentro do Encontro Nacional.

– Assembleia do Povo de Deus: De 23 à 25 de novembro, em Aparecida.

– Próxima Assembleia da CNLB: junho de 2019, no VII Encontro Nacional do Laicato.

Fonte: Site CNLB. www.cnlb.org.br
Texto: Patrícia Cabral
Postagem: Setor de Comunicação
Diocese de União da Vitória

b-frase-13
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*