Igreja Católica Apostólica Romana

300 Zeladoras participaram do 4º Encontrão das Capelinhas

"Deu para ver no rosto das zeladoras o brilho nos olhos vendo para onde vai toda a ajuda que elas buscam nas comunidades”.

No dia 30 de setembro, a paróquia Sagrada Família de Nazaré acolheu 300 zeladoras de Capelinhas Vocacionais vindas de diversas paróquias da Diocese. Mulheres e homens, do interior e da cidade, que fazem o trabalho de organizar a caminhada da Capelinha de Nossa Senhora pelas residências de onde moram puderam ter um dia cheio de formação, espiritualidade e informação.

Procissão com cantos e orações, em direção à Matriz Sagrada Família de Nazaré.

Além da missa de abertura às 8h30, na Matriz Sagrada Família, testemunhos dos seminaristas, Gustavo, do primeiro ano de Seminário, e de Damião, que está no último ano, fizeram parte do evento. Padre Evaldo Karpinski, reitor do Seminário, falou da importância de cada zeladora para as vocações. Algo novo no encontro foi a fala da psicóloga Geovana Cordeiro, que acompanha os seminaristas no processo formativo.

Padre Marcelo Antônio Rosa, assessor do Movimento comentou também da novidade em encerrar o encontro no Seminário Diocesano com a santa missa. “Pudemos ouvir os seminaristas dando seu testemunho vocacional e falando da rotina das atividades da casa. Deu para ver no rosto das zeladoras o brilho nos olhos vendo para onde vai toda a ajuda que elas buscam nas comunidades”, destacou o padre.

Entre as zeladoras, estava também Ozilda Drabeski, coordenadora diocesana das capelinhas na Diocese. Acreditando ter recebido muitas graças de Nossa Senhora, Ozilda sentiu no encontro mais um momento de Graça. “É emocionante falar de um momento como este, pela grande importância que ele tem, sendo um evento que envolve nossa Senhora. Vejo meu trabalho como evangelizadora por meio deste serviço. Cada zeladora de Capelinha deve pensar no seminarista, no vocacionado como um filho, que como uma mãe se dedica a um filho”, partilhou Ozilda.

Seminaristas Diocesanos e Religiosos, se apresentando para as zeladoras, na Matriz Sagrada Família.

A coordenadora destacou também a importância da presença da psicóloga que acompanha os vocacionados. “Achei muito importante o acompanhamento dos seminaristas por um psicóloga, pois cada um deles vem de uma educação, de famílias diferentes, como hábitos diferentes, e morar todos debaixo do mesmo teto é um desafio”, ressaltou ela. “A vocação é um desafio, mas para isso damos o apoio ao reitor do seminário, para que possamos formar bons padres”, complementa Ozilda.

Padre Marcelo ainda agradeceu a todos os que colaboraram para que o evento acontecesse, destacando o trabalho das zeladoras. “Que Deus abençoe cada uma de vocês por todo esse trabalho, nem sempre fácil, mas todo trabalho árduo nos leva cada vez mais perto de Jesus Cristo Salvador”, expressou o assessor.

No centro, sentado de casula verde, padre Marcelo Rosa presidiu a missa de encerramento. Em pé, no ambão, seminarista Diego Nakalski.

Após a missa de encerramento, presidida no Seminário pelo padre Marcelo Antônio Rosa, e concelebrada por outros padres e diáconos, foi feio o sorteio da paróquia que sediará o 5º Encontrão, em 2019. A paróquia contemplada foi a paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de São Mateus do Sul, a qual levou também por meio de suas zeladoras a Capelinha de Nossa Senhora Rainha das Missões, padroeira do Seminário, que acompanha a paróquia contemplada. A data do 5º Encontrão no próximo ano, está marcada para o dia 08 de setembro.

 Texto: Marcelo S. de Lara
Setor de Comunicação
Fotos: Seminaristas Cristian e Marcelo

Galeria de Fotos
Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*