Igreja Católica Apostólica Romana

Encontro de formadores de Seminário elege nova presidência da OSIB Regional

Dos dias 04 à 07 de fevereiro, na Diocese de Jacarezinho (PR), aconteceu a 38ª Assembleia Regional da OSIB (Organização dos Seminários e Institutos do Brasil). O tema abordado foi: Implicações da Nova Ratio Fundamentalis na aplicação da Ratio Nationalis, assessorado pelo padre José Carlos dos Santos, do clero da Arquidiocese de Mariana (MG).

Participantes do encontro da OSIB. No canto direito em pé, de laranja ,o seminarista Cristian. Ao seu lado direito, o seminarista Daniel.

 

Durante a assembleia, foi realizada a eleição da nova presidência, com a presença de Dom Antonio Braz Benevente, Bispo de Jacarezinho. Foi eleito presidente da OSIB Regional Sul 2, o Padre Wilson Santos Morais, reitor do Seminário Propedêutico da Diocese de Ponta Grossa (PR); vice-presidente, o padre Roberto Carlos Reis, reitor do Seminário de Filosofia, da Diocese de Campo Mourão (PR); tesoureiro, o padre Marcos André de Oliveira, reitor do Seminário Propedêutico da arquidiocese de Maringá (PR). Caberá ao padre Wilson escolher o secretário para colaborar com a equipe. O bispo referencial que acompanha os trabalhos da OSIB no Paraná é Dom Celso Marchiori, bispo de São José dos Pinhais (PR).

Da esquerda: Pe. Roberto Carlos Reis, Pe. Wilson Santos Morais, Pe. Marcos André de Oliveira e Dom Antônio Braz Benevente.
Pe. Wilson, do clero de Ponta Grossa. novo presidente eleito.

O novo presidente, padre Wilson, expressou sua surpresa com o resultado. “Eu havia definido em quem votar e estava muito tranquilo. Quando saiu o resultado da primeira votação, fiz uma observação a meu respeito que considerava pertinente, entretanto ao final da votação, fui escolhido para presidir os serviços da OSIB em nosso regional. Pensei no tempo que já existe a OSIB, quanta luta, doação, dedicação e empenho de bons padres que estiveram a frente desse serviço e me sinto muito pequeno e responsabilizado”, expressou o padre.

“É evidente que não se trata de fazer algo sozinho, posso contar com a equipe, o padre Roberto, o padre Marcos e, penso também em pedir ajuda a um colega, muito capaz, de minha Diocese para nos ajudar no serviço de secretaria. Não tenho dúvidas de que contamos com a colaboração de nosso Bispo referencial, Dom Celso Marchiori, e de todos os formadores de nosso estado. Todos sabemos os desafios que vivemos no processo formativo, então somar forças e crescer juntos é uma graça da qual não se pode prescindir”, complementou ele.

Ao falar da formação dos novos presbíteros, o novo presidente eleito salientou os elementos que envolvem uma vocação. “A formação é algo que exige confiança no chamado de Deus, amor a Igreja, investimento humano, dedicação e compromisso mútuos. Vou procurar, juntamente com a equipe, desenvolver os serviços, continuar os trabalhos e fazer bem feito o que nos couber”, declarou o novo presidente. 

A Diocese de União da Vitória se fez também presente, representada pelo padre Evaldo P. Karpinski, reitor do Seminário Diocesano, de União da Vitória, e mais dois seminaristas: Daniel da Rosa e Cristian Majolo Boniatti, ambos do curso de teologia. 

Fonte: Regional Sul 2 da CNBB
Postagem: Pascom Diocesana

 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.