Igreja Católica Apostólica Romana

Nossa Senhora da Assunção é celebrada com festa na paróquia São Mateus

“Não estamos aqui só para exaltar Maria, mas para fortalecer a nossa fé. Nós também teremos o mesmo destino de Maria. Nossa passagem neste mundo define nosso futuro”.

Carreata com a Imagem de Nossa Senhora da Assunção e padroeiros das comunidades.

Tida como copadroeira da paróquia São Mateus, em São Mateus do Sul, Nossa Senhora da Assunção, celebrada no dia 15 de agosto, foi comemorada com festa no domingo, 18 de agosto. É prática na Igreja que, algumas celebrações de destaque na liturgia, que caem em dias de semana, sejam transferidas para o Domingo, com o objetivo de que os fiéis possam melhor participar e viver a celebração.

Os festejos na Matriz São Mateus envolveram as vinte comunidades da paróquia, as quais tiveram a visita da padroeira que percorreu todas as capelas. No Domingo da festa os padroeiros das comunidades participaram da carreata que passou por algumas ruas da cidade, encerrada com a bênção dos veículos. “Diversos veículos e máquinas agrícolas ornamentadas participaram desta carreata em comunhão com toda a comunidade. Antes da missa iremos também fazer a apresentação de todas as comunidades com seus padroeiros, além das Pastorais e Movimentos da paróquia presentes na celebração”, situou padre Emerson Toledo, vigário paroquial.

Padre Emerson:

Banner de acolhida a Dom Walter Jorge, na sacada da casa paroquial.

A celebração foi marcante para a comunidade paroquial também pela visita de Dom Walter Jorge, bispo diocesano, que pela primeira vez visitou a paróquia, motivando os fiéis a imitar Maria na sua vida íntima com Deus. “Maria é a primeira a experimentar a força da Páscoa de Cristo, ela é a criatura nova, transfigurada. Na Assunção contemplamos o acabamento desta obra, quando o ser humano é elevado à glória que Deus reservou para ele. O que nos aguarda é maravilhoso, isso dá estímulo para que levemos nossa vida com decisão, olhando para Jesus, e firmes no Evangelho”, partilhou Dom Walter Jorge.

Dom Walter Jorge:

Exortando ainda aos fiéis, na sua homilia o bispo diocesano disse que a celebração não é apenas para prestar louvores à Maria, mas para renovar a fé. “Não estamos aqui só para exaltar Maria, mas para fortalecer a nossa fé. Nós também teremos o mesmo destino de Maria. Nossa passagem neste mundo define nosso futuro”, motivava o bispo.

Dom Walter Jorge:

 

A Missa que foi presidida pelo bispo diocesano contou ainda com a presença dos padres da paróquia, José Carlos, e padre Emerson, ministros da Eucaristia, seminaristas e fiéis leigos e leigas da matriz e comunidades que lotaram a igreja. A Missa também foi transmitida ao vivo pela rede social da paróquia, favorecendo que paroquianos que estavam nas suas casas, em outras cidades e até em outro país pudessem estar unidos na fé com a comunidade.

Transmissão ao vivo pela Rede Social da Paróquia. Foto Marcelo S. de Lara – Setor de Comunicação da Diocese de União da Vitória.

 

Texto e Fotos: Marcelo S. de Lara
Setor de Comunicação

FOTOS

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.