Igreja Católica Apostólica Romana

Membros da Congregação Franciscana, de União da Vitória, renovam os Votos

"Me chama muito a atenção o trabalho que eles desempenham. Eles vão na concretude do Evangelho que é o serviço aos mais pobres”.

Na sexta-feira, 04 de outubro, Memória de São Francisco de Assis, membros da Congregação Franciscana Servos Missionários do Espírito Santo, e da Congregação Servas Missionárias da Restauração Divina, que atuam em União da Vitória com trabalhos na ACARDI; ACARDI II e Abrigo Santa Clara, instituições sociais que cuidam de idosos e pessoas com algumas necessidades especiais, realizaram a renovação dos Votos de Pobreza, Obediência e Castidade, por eles vividos.

Além das duas religiosas, Irmã Reginalva e Irmã Raimunda, nove frades renovaram seus votos, junto com o seu superior, padre Frei José de Jesus. Entre eles, dois fizeram a passagem do Noviciado assumindo a condição de frades, sendo eles, Frei Paulo e Frei Kláubio. Um dos seminaristas, Kleyton Tácito Yuri, foi aceito no Postulantado.

Áudio Frei Jesus:

A cerimônia se deu na Matriz São Sebastião, e foi presidida por Dom Walter Jorge, que manifestou alegria desde que chegou na Diocese sabendo da presença de um instituto social cuidado por frades franciscanos. “Uma das grandes alegrias que eu tive ao chegar aqui foi saber que temos a presença de Congregações Religiosas e que há o instituto, derivado do Carisma que Deus deu ao falecido padre Frei Pedrinho. Me chama muito a atenção o trabalho que eles desempenham. Eles vão na concretude do Evangelho que é o serviço aos mais pobres”, valoriza o bispo.

Áudio Dom Walter:

 

Dom Walter também comentou da preocupação na formação dos novos membros do Instituto, para que tenha sempre mais uma sintonia diocesana. Temos uma preocupação especial com a formação. Conversei com o Frei Jesus para os rapazes terem um acompanhamento melhor junto com o nosso Seminário. Eles têm uma formação específica, mas queremos estreitar os laços sem confundir os caminhos”, explica Dom Walter.

Áudio Dom Walter:

Segundo o Superior da Congregação, a ACARDI se tornou na Diocese uma das referências no trabalho social. “A nível de Diocese, a ACARDI é uma referência da Misericórdia de Deus. É a dimensão carismática dos franciscanos”, comento Frei Jesus.

Frei José de Jesus, Superior da Congregação, dá a bênção sobre os dois novos Freis, que assumem o compromisso com os Votos.

 

Expressando o valor da renovação dos Votos, Irmã Reginalva, que atua no Abrigo Santa Clara, comenta que reafirmar sua opção de vida é como selar seu casamento com Deus. “Quando estávamos vindo comentei com a Irmã Raimunda. Você não se sente como se estivesse indo para um casamento? Toda vez para mim é assim. É renovar um casamento”, declara ela, há 15 anos na Instituição.

Áudio Irmã Reginalva:

Da esquerda: Irmã Reginalva, Irmã Raimunda, Diác. Agostinho, Frei Heitor, Frei Donizete e Frei Luiz, na renovação dos Votos.

 

Após passar pelas etapas do Aspirantado, Postulantado, e Noviciando, Frei kláubio (SCJ.ICM), comenta que
se encontra realizado respondendo o que sente ser sua vocação no carisma franciscano. “Pelo trabalho social vinculado com o religioso, você une o trabalho espiritual com a ajuda ao próximo. É um senso de responsabilidade. É um sim mais específico para a Igreja”, partilha o Frei.

Áudio Frei Kláubio:

Da Direita: Frei Alex, Frei Mano Edson, Frei Luiz e Frei Kláubio. No Banco de traz de camiseta branca, Cleyton, que entrou no Postulantado.

 

Junto com ele, Frei Paulo, que também passou pelas mesmas etapas, diz que a vocação não é apenas um esforço pessoal, mas uma Graça de Deus. “É uma Graça de Deus. Não basta se esforçar para ser um religioso, mas é Deus quem permite que seja o nosso Dom. Estou feliz por Deus ter me escolhido. E quando saímos de casa, nossa família não fica abandonada, mas Deus cuida dela”, diz ele, motivando outros jovens a terem a coragem de largar a família se sentirem-se chamados.

Áudio Frei Paulo:

Saindo da Etapa do Noviciado, Frei Paulo e Frei Kláubio de joelhos fazem o juramento de seus Votos: Pobreza, Obediência e Castidade.

 

A cerimônia que se deu às 19h, contou também com a presença do Coral da Catedral, seminaristas do Seminário Diocesano e alguns padres. Logo após a cerimônia, um coquetel reuniu todos no salão da paróquia.

Texto e Fotos: Marcelo S. de Lara
Setor de Comunicação

MOMENTOS DA CELEBRAÇÃO:

GALERIA DE FOTOS

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.