Igreja Católica Apostólica Romana

Reflexão de 25.03.2020 com Dom Walter Jorge

Quarta-feira, 25 de Março

 “Vinde a mim todos vós que estais cansados sob o peso do vosso fardo e vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde coração, e encontrareis descanso para vossas almas, pois meu jugo é suave e o meu faro é leve”. (Mt 11, 28-30)

Reflexão

Estamos em plena Quaresma e que Quaresma! Penso que nunca fizemos tanta penitência. Podemos aproveitar a atual crise que nos força a uma “quarentena” e darmos um sentido quaresmal a tudo isso. Em vez de ficarmos murmurando, desejosos do que agora não podemos ter, saudosos do que antes tínhamos, que tal transformarmos este tempo em tempo de qualidade, tempo “kayrós”, revendo a qualidade dos nossos relacionamentos, a qualidade do nosso modo de encarar a vida, a qualidade da nossa vida de fé, do nosso relacionamento com Deus? Claro, nada disso será realmente possível se não partir primeiro do encontro com Deus, na oração, que é o modo mais fecundo de conhecermos a nós mesmos.

Sugestão do dia

Hoje quero sugerir a leitura orante do Livro dos Números, capítulo 11, 4-30. É o relato de um acontecimento que se deu durante a travessia do povo de Deus no deserto, depois da saída da escravidão no Egito. Nele é possível ver como o povo, esquecido das amarguras da escravidão naquele país e diante da dureza do deserto, mesmo sendo cuidado por Deus, põe-se a murmurar, deixando-se guiar por um “espírito desordenado”.

Este texto nos ajudará a perceber como estamos atravessando nossa “quarentena” e mesmo nossa vida. É com um espírito confiante e agradecido, gerador de coragem à nossa volta ou com um “espírito desordenado”, saudoso de cheiros e sabores que não nos podem saciar e que tem causado confusão e desânimo?

Oração

Senhor, Deus de nossos pais e redentor nosso, queremos vos suplicar que este tempo de provação, verdadeiro deserto quaresmal, não produza frutos amargos em nossos corações, mas, voltados para vós, o Sumo Bem de nossas almas e do nosso mundo, possamos sair desta crise, experimentando a força renovadora da Páscoa de Jesus, filhos melhores vossos e irmãos mais fraternos uns dos outros. Isto vos pedimos por Cristo nosso Senhor. Amém!

Em Áudio:

Dom Walter Jorge Pinto
Bispo da Diocese de União da Vitória

Postagem: Setor de Comunicação

 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.