Igreja Católica Apostólica Romana

Igreja incentiva a ‘Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos’

Papa Francisco publicará um VadeMecum Ecumênico aos bispos no segundo semestre, como guia para os trabalhos de Ecumenismo.

Celebrada de 24 a 31 de maio, a ‘Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC)’ traz este ano seu tema escolhido da inspiração bíblica contida nos Atos dos Apóstolos 28.2: “Eles nos demonstraram uma benevolência fora do comum”. E o lema é a expressão que se popularizou no Brasil: “Gentileza gera gentileza!”

                                                Banner de Divulgação da Semana de Oração. Fonte da Arte Gráfica Site CNBB Nacional.

 

A SOUC 2020 foi preparada pelas Igrejas cristãs em Malta. Todos os anos, em 10 de fevereiro, muitos cristãos da ilha celebram a festa do naufrágio do apóstolo Paulo, destacando e agradecendo a chegada da fé cristã nesse território. A leitura de Atos usada na festa este ano foi o texto escolhido para a SOUC 2020.

A história de Paulo e a gentileza da comunidade de Malta

Conta a comunidade dos Atos dos Apóstolos que Paulo, em uma viagem a Roma, naufragou junto a um grupo de pessoas. Os que conseguiram sobreviver às intempéries foram parar na ilha de Malta. No versículo 10, Cap. 18, dos Atos dos Apóstolos fica-se sabendo que: “Os nativos nos demonstraram uma benevolência fora do comum” (Atos dos Apóstolos 28.2).

Dom Manoel João Francisco.

O bispo de Cornélio Procópio (PR) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-religioso da CNBB, dom Manoel João Francisco, falou ao portal da CNBB sobre a SOUC 2020, reforçando o trabalho com os migrantes e afirmando que não basta rezar para que os Cristãos e Cristãs estejam institucionalmente unidos. Entre os migrantes encontram-se fieis das diversas Igrejas Cristãs e também seguidores de outras religiões. A unidade cristã só será autêntica quando a desigualdade social entre cristãos for superada. Nesta Semana de Oração de Unidade Cristã, que se iniciará no próximo domingo, 24 de maio, Dia da Ascensão do Senhor, precisamos pedir a conversão de nossa indiferença diante do sofrimento de tantos outros cristãos e cristãs. Assim como os Malteses demonstraram uma benevolência fora da comum, também nós somos chamados à hospitalidade. A acolhida e a hospitalidade para quem precisa são os selos que autentificam a nossa oração pela unidade cristão”, concluiu

Ao longo da Semana, serão publicados diversos materiais que servem de inspiração e incentivo à unidade e, no dia 31 de maio, a motivação é que todas as comunidades, independentemente de sua tradição confessional, celebrem o Pentecostes virtualmente, compartilhando nas redes sociais o testemunho público de amor e solidariedade das igrejas em tempos de pandemia. A unidade na diversidade fortalece-nos para ações de gentileza e amor à pessoa próxima.

No Vaticano:

Expressando votos de agradecimento e empenho ao recordar os 25 anos da publicação da Carta Encíclica Ut unum sint de São João Paulo II, o Papa Francisco emitiu uma carta ao presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, cardeal Kurt Koch, lembrando o contexto da época: com o olhar voltado para o horizonte do Jubileu do Ano 2000, o Papa polonês queria que a Igreja mantivesse bem presente a oração de seu Mestre e Senhor: “Que todos sejam um”.

Publicando o texto na Solenidade da Ascensão do Senhor, João Paulo II o colocou sob o signo do Espírito Santo, artífice da unidade na diversidade, princípio da unidade da Igreja.

                                               Celebração Ecumênica no Vaticano. Imagem Fonte Site Vatican News.

 

Que não nos falte fé e reconhecimento

“Neste aniversário, dou graças ao Senhor pelo caminho que nos permitiu percorrer como cristãos na busca da plena comunhão”, escreve o Papa, afirmando compreender a “impaciência” de quem pensa que poderia e deveria ser feito mais. “Todavia, não devem nos faltar fé e reconhecimento: muitos passos foram feitos nestas décadas para curar feridas seculares e milenárias.”

Para Francisco, os progressos são visíveis no maior conhecimento e estima recíprocos, no avanço no diálogo teológico e caritativo, e em várias formas de colaboração no diálogo da vida, no plano pastoral e cultural.

Duas iniciativas

Ao agradecer quem trabalha e trabalhou no Dicastério dedicado ao ecumenismo, o Pontífice anunciou duas iniciativas: a primeira é um Vademecum ecumenico para os Bispos, que será publicado no segundo semestre “como encorajamento e guia ao exercício de suas responsabilidades ecumênicas”. A segunda iniciativa é o lançamento da revista Acta Œcumenica, que servirá de subsídio para quem trabalha a serviço da unidade.

MAIS INFORMAÇÕES:

programação completa e atualizada acompanhe aqui://www.conic.org.br
Para adquirir o subsídio de leituras:https://cebi.org.br

Informações: Site CNBB Nacional e
Site Vatican News
Imagem da Capa: (Créditos: AFP or licensors) Site do Vaticano.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.