Igreja Católica Apostólica Romana

Matriz Nossa Senhora das Dores recebe reformas e nova pintura

Situada no Bairro Limeira, município de União da Vitória, a paróquia Nossa Senhora das Dores voltou a ser conduzida pelos Frades Franciscanos Servos Missionários do Espírito Santo, que também são responsáveis pelas instituições, ACARDI I e ACARDI II.

Pe. Frei José de Jesus, novo pároco da Paróquia Nossa Senhora das Dores.

Mesmo não tendo tomado posse em celebração oficial pelo bispo diocesano, devido às restrições da Pandemia, padre Frei José de Jesus assumiu a paróquia no dia 21 de março, vindo da paróquia São Sebastião. “Fui acolhido com muita alegria e entusiasmo pelo povo. É uma comunidade viva, me impressionou como esta comunidade é ativa, e logo me colocaram à serviço”, comentou o novo pároco.

Entre os trabalhos iniciados, na parte externa da igreja se destaca a nova pintura e o levantamento de um muro de proteção, com grade e portão, que segundo o padre, deu mais destaque e proteção à matriz. Internamente, além da pintura que também foi refeita, algumas imagens que carregam grande devoção pelo povo foram recolocadas. “Tudo isto fizemos graças ao povo que na alegria nos acolheu, arregaçou as mangas e conosco continua trabalhando. Este foi o trabalho que iniciamos e com certeza teremos outros”, disse Frei Jesus, motivado com a nova comunidade que assume.

Áudio Frei Jesus:

Matriz Nossa Senhora das Dores, no Bairro Limeira, em União da Vitória, com grades e nova pintura. (Imagem Frei Edson).

 

A paróquia Nossa Senhora das Dores vinha sido conduzida pelos padres da paróquia Nossa Senhora do Rocio, de União da Vitória, contando ainda com o trabalho de três irmãs da Congregação Mensageiras do Amor Divino, mas a paróquia iniciou sua história com os freis Franciscanos que agora retornam.

Imagem interna da Matriz Nossa Senhora das Dores, com nova pintura.

 

“Depois da morte do Frei Pedrinho, que trabalhou um bom tempo aqui, tivemos que entregar, pois não tínhamos sacerdotes do nosso instituto para assumi-la. Mas tínhamos esperança de retornar, pois neste bairro os franciscanos têm uma história muito bonita: nosso Instituto nasceu aqui no meio deste povo simples e pobre, que é a fonte franciscana”, partilha Frei Edson Costa, membro da Congregação desde 2015 e que atua junto com o Frei Jesus.

Frei Edson que atua na paróquia também estuda no Seminário Diocesano.

Ainda segundo Frei Edson, a comunidade da Limeira traz uma bela e forte experiência pastoral, que ensina com a prática da partilha que vive a comunidade.

As pessoas simples e pobres, possuem uma grande capacidade de partilhar, pois não são apegadas ao que tem”, constata o Frei.

 

Além do envolvimento da comunidade, as novas reformas da igreja contam também com doações de benfeitores, que possuem um carinho pela paróquia e prezam pelo trabalho dos Frades nas obras de caridade.

Fotos: Frei Edson
Postagem: Setor de Comunicação
Diocese de União da Vitória

FOTOS

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.