Igreja Católica Apostólica Romana

Padre Marcelo Rosa destaca as ‘Capelinhas Vocacionais’ no mês de maio

Destacando a atividade do ‘Movimento das Capelinhas Vocacionais’, uma ação tradicional na Diocese de União da Vitória em prol das Vocações, coordenada pelas Zeladoras e Zeladores das Capelinhas, o padre Marcelo Antônio Rosa, fala da importância desta ação, em especial neste mês de maio.

Banner divulgação. Pe. Marcelo Antônio Rosa, assessor do Movimento das Capelinhas Vocacionais.

 

Dedicado pela Igreja à Maria, o mês de Maio convida os fiéis católicos a se voltarem com maior atenção para as devoções Marianas, que envolvem as ações de piedade dedicadas à Nossa Senhora, Mãe de Jesus. Ainda neste tempo de reclusão social, padre Marcelo Antônio comenta que cada casa, considerada como a ‘Igreja Doméstica’, ao recebe a capelinha neste mês, conta com a intercessão de Nossa Senhora por cada família. Contudo, o recebimento da capelinhas nas casas devem seguir as devidas recomendações para evitar o contágio do Novo Coronavírus. “Também quero pedir que ao levar as capelinhas de casa em casa que tomem os devidos cuidados com a higienização, seguindo as orientações que o Ministério da Saúde tem feito e que as recomendações da Diocese exigem. As orientações podem ser encontradas impressas nas secretarias paroquiais”, comenta o padre, que também é pároco na paróquia São Carlos Borromeu, em Paula Freitas.

Distribuídas em grupos de 28 a 30 famílias, as capelinhas de Nossa Senhora passam uma dia em cada residência. O objetivo é reunir a família em torno da devoção Mariana, motivando as orações pelas vocações sacerdotais e religiosas, pois as vocações brotam das famílias, e estas devem incentivar e rezar pelo surgimento de mais vocações que abracem por amor uma opção mais radical pelo Evangelho, seja como padre, religioso ou irmã religiosa, na vida pastoral ou contemplativa.

Assista ao Vídeo

O apoio em prol das vocações também é feito pela contribuição financeira oferecida pela famílias na caixinha da Capelinha. Cada valor ali depositado vai integralmente para ajudar na formação dos vocacionados à vida sacerdotal e religiosa. “Quero agradecer também verdadeiramente pela tua contribuição com o Seminário, alimentando e fortalecendo as vocações, que são o futuro do clero da Diocese de União da Vitória e das nossas paróquias”, agradece o assessor.

As Orientações para o cuidado com o repasse das capelinhas de casa em casa neste tempo de Pandemia, podem ser baixadas clicando AQUI. 

Setor de Comunicação
Diocese de União da Vitória

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.