Igreja Católica Apostólica Romana

Paróquia Santo Antônio

SETOR
Bituruna

Fundação:
30/01/1999

Secretária:
Thalia

Expediente:
Segunda a quinta-feira: 7h45 às 11h45
Sexta-feira: 7h45 às 11h45 e 13h às 15h

Dia do Padroeiro:
13 de junho

TELEFONE
(42) 3511 1113

E-mail:
par.antonio@dioceseunivitoria.org.br

Endereço:
Endereço: Rua Silvio Sebben s/n – Caixa postal 70
84650-000 – SANTO ANTONIO DO IRATIM – BITURUNA – PR

Missas:
Domingo: 9h

Pe. Joviano

Pároco: Joviano José Salvatti

SACRAMENTOS

Curso de Pais e Padrinhos: março, junho e setembro de 2018.

Batizados: Todo domingo, às 8h30.

Curso para noivos: março e agosto de 2018.

Primeira Eucaristia e Crismas: Consulte a paróquia.

Histórico

A História De Santo Antônio do Iratim começa com a chegada de pessoas como Leopoldo Castro, Cândido Ferreira de Castro, José Vergopolan, vindos de Mallet, em 1921. Foram para a localidade acreditando encontrar curadores para suas doenças. Gostaram da terra e se estabeleceram criando laços familiares, principalmente entre as famílias Castro e Vergopolan.

Surge a primeira igreja

Quando as famílias lá chegaram, encontraram mata virgem e fechada. As terras eram conseguidas por meio de um requerimento sem pagamento algum. A partir de 1922, começa a passar pelo local a estrada ligando a localidade de Santa Bárbara, hoje município de Bituruna, a União da Vitória. A estrada foi feita em forma de picada, pois não existiam máquinas na região. Constata-se que o engenheiro responsável pela construção da estrada fez uma promessa a Santo Antônio, de quem era devoto, que se a construção da estrada se realizasse faria um capitel para Santo Antônio na encruzilhada das estradas, onde surgia também a ligação com a balsa do Rio Iguaçu, dando assim a origem do nome à comunidade. Isto aconteceu em 1922. E nesta mesma encruzilhada foi construída a primeira Igreja em honra a Santo Antônio.

Surge a segunda igreja

Em seguida vieram muitos outros imigrantes; entre eles: as famílias de Morisk, Lipczinski, Stefanovicz, Butevicz e Melnik, ainda vindos da Europa e também do Estado do Rio Grande do Sul. Por volta do ano de 1936, chegaram as famílias de Luis Sebben, Antonio Coradim, Clemente Perizzolo (que fez a doação da atual Imagem de Santo Antonio), entre outras. Elas tinham a esperança de que essa terra seria bem melhor, tanto para o plantio, quanto para a saúde. Mais tarde foram se instalando famílias de várias regiões. Do ano de 1949 a 1951 foi construída a segunda igreja.

Chegada das irmãs

No dia 06 de fevereiro de 1955 chegaram na região as Irmãs da Congregação das Franciscanas da Sagrada Família para assumirem a escola Santo Antônio e trabalharem na educação e na evangelização. Elas residem no mesmo “colégio” que foi ampliado para que a Irmã Teófila e Irmã Zenóbia lá pudessem morar, e mais tarde as irmãs Danuta, Gonzaga, Joana e Marlene, que trabalhavam na escola, na catequese e na evangelização. Elas permaneceram durante 17 anos, até que no dia 04 de janeiro de 1972 as irmãs Gonzaga, Joana e Marlene deixaram a comunidade, encerrando seus trabalhos. No dia 18 de novembro de 1989 foi desmanchada a segunda Igreja de madeira para que fosse construída a nova, de alvenaria, que ficou pronta no prazo de oito meses.

Nova igreja elevada à paróquia

A nova Igreja, a terceira, foi inaugurada no dia 10 de junho de 1990. Vendo as necessidades pastorais do município de Bituruna e da Paróquia de Santa Bárbara, Dom Walter, após consultar o povo, deu início à organização preliminar de uma eventual paróquia, proclamando-a Paróquia em Formação, sediada em Santo Antonio do Iratim, no dia 31 de janeiro de 1998, abrangendo território pertencente à Paróquia Santa Bárbara e também à Paróquia São Miguel Arcanjo, de Porto Vitória, quanto ao território desta dentro do município de Bituruna. O território assim projetado ficou sob a responsabilidade pastoral do Vigário Paroquial, Pe. Iomar Otto, pertencente simultaneamente às duas paróquias de Santa Bárbara, na ocasião tendo como Pároco, Pe. Ermildo Vicente Krasovski, e de São Miguel Arcanjo, tendo como Pároco, Pe. Mário Fernando Glaab.

Essa Paróquia em Formação recebeu a Matriz Santo Antônio, em Santo Antônio do Iratim, e as Capelas:

Bom Jesus, em Boa Esperança; São José, em Boa Esperança; Nossa Senhora de Fátima, no Iratinzinho; São Sebastião, no Salto Bonito; Santa Ana, no Saltinho; Nossa Senhora das Graças, em São Vicente; Santo Estanislau, em Santo Augusto; São Luis Gonzaga, no Empossado; São João Batista, na Cascata; Cristo Rei, em Augusto Loureiro; Divino Espírito Santo, em Rio das Antas; e as seguintes Escolas, onde se celebrava a Santa Missa:

Nossa Senhora Aparecida, na Boa Vista; São Francisco, no Campo Novo; São Roque, no Assentamento 12 de Abril; Nossa Senhora Aparecida, na Linha Navaski; Santo Expedito, no Pitanguinha; Nossa Senhora de Fátima, no Pitanga; São Paulo, no Colorado; Sagrada Família, no Assentamento Rondon III; São Francisco, no Assentamento Rondon III; Nossa Senhora Aparecida, no Rondon III; São Pedro, no Encantilado. A Paróquia tem ainda XXX MECEs.

Ao findar do período experimental, exatamente no dia 30 de janeiro de 1999, chegou-se à conclusão, após consultar o povo local e o Conselho Diocesano de Presbíteros, de criar a nova Paróquia. Foi então decretada a Criação da Paróquia de Santo Antonio do Iratim, desmembrada da paróquia de Bituruna, no dia 28 de janeiro de 1999.  Pe. Iomar Otto tomou posse como primeiro Pároco da Paróquia de Santo Antonio, no dia 30 de janeiro de 1999.

Desenvolvimento rápido da paróquia

 

A partir daí, com a criação da Paróquia, tornou-se também possível fundar a Cúria da Legião de Maria, que há mais de vinte e cinco anos já existe em Santo Antonio e que agora sendo a sede paroquial em Santo Antonio e composta de sete praesidium, não há mais necessidade de participar das reuniões da Cúria na Paróquia vizinha de Santa Bárbara. E no dia 10 de agosto de 2002 foi fundada a Cúria Nossa Senhora da Luz, nome em homenagem ao primeiro presidium da Legião de Maria, fundado em Santo Antonio, quando Padre José Chipanski, ainda Diácono, ajudou a criar esse primeiro praesidium. Logo também foi criado o Movimento Serra Vocacional. Também há a Pastoral da Dízimo, Pastoral da Criança, fortemente registrada em todas as comunidades, o Encontro de Casais com Cristo (ECC), a Pastoral da Sobriedade, a Pastoral Catequética e XXX MECEs da Eucaristia, XXX Grupos de Reflexão Permanentes e XXX Capelinhas Vocacionais. Hoje a Paróquia conta com mais três novas comunidades no Assentamento 12 de Abril, onde, quando iniciou, havia a antiga Comunidade da Cascata, com poucas famílias, devido ao fechamento da Serraria Béttega. Com as famílias vindas para o assentamento foram ocupadas as áreas desta localidade que hoje abriga dezenas de famílias. Também se reuniam muitos dos assentados para celebrações em uma escola no Assentamento 12 de Abril, com o título de São Roque. Desta hoje se tem a Comunidade de São Brás, que tem seu Centro Comunitário e também a de São Miguel Arcanjo, que se reúne em uma escola pra celebrações; além da de São Jorge, também tem seu centro comunitário em terreno determinado pelo próprio INCRA. Portanto, hoje a Paróquia conta com 26 comunidades e uma média de sete mil habitantes ao todo. 

Aconteceram algumas construções neste período: as capelas novas para Iratinzinho, Salto Bonito, Bom Jesus e para as Escolas da Linha Navaski, a Nova Capela no Campo Stanguerlim, no Pitanguinha e a Sagrada Família do Assentamento Rondon III, e também no Colorado, no Encantilado e a nova Capela em construção da Cascata.

Foi construída a nova casa Paroquial, de 20 de setembro de 2004 a 25 de fevereiro de 2005. E não se pode deixar de registrar a construção da imagem de sete metros de altura do Padroeiro Santo Antonio, ao lado da Igreja Matriz, com o apoio da prefeitura municipal e a ajuda da comunidade, inaugurada e abençoada no dia 13 junho de 2004.

A Paróquia de Santo Antonio do Iratim se localiza a 17 quilômetros de Bituruna, a 20 quilômetros, via-balsa do Rio Iguaçu, de Cruz Machado, a 35 quilômetros de Porto Vitória e a 50 quilômetros de União da Vitória. É uma paróquia nova, mas de muita vitalidade, material e espiritual.

 

Notícias da Paróquia