Igreja Católica Apostólica Romana

Paróquia Nossa Senhora do Rocio

SETOR
Catedral

Fundação:
13/03/1970

Congregação Instituto Missionário Servos do Senhor

Secretária:
Jaqueline

Expediente:
Terça a Sábado: 8h às 12h e 13h30 às 18h

Telefone WhatsApp:
(42) 9 9119-2729

Dia do Padroeiro:
15 de novembro

TELEFONE
(42) 3522 4241

E-mail:
par.rocio@dioceseunivitoria.org.br

Endereço:
Rua Emílio Kroni, s/nº – Bairro do Rocio
Caixa Postal 276
84600­-733 – UNIÃO DA VITÓRIA PARANÁ   

Missas:
Terça-feira: 19h
Quarta-feira: 16h
Quinta-feira: 19h30
Sábado: 19h
Domingo: 9h, 19h
Primeira sexta-feira do mês: 16h
2º Quinta-feira: 15h
Última Sexta-feira: 19h (Missa pelas Almas)

luiz-henrique

Pároco: Pe. Frei Luiz Henrique Lima da Silva

Pe Cristóvao

Vigário Paroquial: Pe. Frei Cristovão José de Castro Carvalho

SACRAMENTOS

Curso de Pais e Padrinhos: Todo último sábado do mês, às 14h30.

Batizados: Todo segundo domingo do mês, na missa das 9h.

Primeira Eucaristia e Crismas: Consulte a paróquia.

Antecedentes Históricos

A pedido de Dom Antonio Mazzarotto, o Revmo Pe. Francisco Filipak, pároco da então Matriz de União da Vitória Sagrado coração de Jesus (hoje Catedral de União da Vitória) adquiriu um terreno para construir uma capela urbana. Após a realização da escritura, sob a orientação do pároco foi organizada uma Diretoria que iniciasse as obras de construção da capela no ano de 1961 e por ser aquela parte da cidade chamada “Sítio do Rocio”, a nova capela recebeu a denominação de Nossa Senhora do Rocio.

Também durante os anos que se seguem inicia-se as obras de construção da casa paroquial.
Aos 13 de março de 1970, pelo Decreto nº 55, foi criada a Paróquia de Nossa Senhora do Rocio, desmembrada da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, e entregue aos cuidados do Instituto dos Frades Menores Missionários (FMM), recém chegados à Diocese.

 

Um pouco de história

Para entendermos melhor como a Paróquia Nossa Senhora do Rocio foi confiada aos cuidados do Instituto dos Frades Menores Missionários é preciso conhecer a origem de tal Instituto.

Um grupo dos Frades Menores Capuchinhos da Província do Rio Grande do Sul decide deixar a Ordem para fundar um outro Instituto com o intuito de se viver mais fortemente o carisma franciscano. Este grupo procura em 1969 a Dom Geraldo Micheletto Pellanda, em Ponta Grossa e este por sua vez após ter consultado a Santa Sé recebe aos freis em sua Diocese, oferecendo-lhes a então Capela Nossa Senhora do Rocio, já com sua Casa Paroquial facilitando assim a acomodação dos freis que assumem sua administração com a então criação da Paróquia.

Este grupo de frades, com a aprovação do Papa Paulo VI, passa a fazer parte do novo Instituto dos Frades Menores Missionários, podendo já tirar o capuz, mas permanecendo com as mesmas regras e constituições da antiga Ordem.

Oficialmente recebem a aprovação no dia 15 de agosto de 1973 através do Decreto “Renovationis Opus”. Após alguns anos redigem as próprias Regras e Constituições mudando assim de hábito e levando uma vida mais eremita.

A Paróquia Nossa Senhora do Rocio teve, portanto como primeiro pároco o Pe. Frei Dionísio Veronese, F.M.M de 1970 a 1975.

Logo após ter sido criado o Instituto, muitas vocações adultas desejavam ingressar no mesmo. Para tanto, aos 09.02.1975, foi instalado o Noviciado junto à casa paroquial e iniciada sua ampliação para melhor atender as vocações.

Durante este mesmo ano no dia 9 de novembro houve a Bênção da Nova Matriz Paróquia Nossa Senhora do Rocio e sua Solene Inauguração se dá no dia 16 do mesmo mês.

Nos anos que se seguem tivemos a Constituição da Diocese de União da Vitória no dia 6 de março de 1977, tendo como pastor D. Walter Michael Ebejer, O.P.

Após esse período o Instituto dos Frades Menores Missionários entrega a Paróquia à disposição da Diocese de União da Vitória. O fato é que alguns freis já não mais se sentiam tão inspirados assim pelos trabalhos desempenhados pelo Instituto e decidem voltar para a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos. O restante se coloca à disposição da Casa Geral na Diocese de Ponta Grossa, onde existem mais residências.

A partir deste acontecimento coincidentemente os padres da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos assumem a administração da Paróquia de 1995 até 2002, período que se teve como párocos: os freis Dionísio Galvan, Victorino Prando e David Colle.

Depois desse período em que administrou a Paróquia Nossa Senhora do Rocio a Ordem dos Frades Menores Capuchinhos decide deixá-la à disposição da Diocese e assim Dom Walter se vê na necessidade de buscar novos pastores para os habitantes daquela região. Assim, provisoriamente a paróquia é administrada pelo pe. Antonio Carlos, do clero diocesano, até a chegada dos Missionários da Sagrada Família.

Por já haver conhecido a Congregação dos Filhos da Sagrada Família em outra época, Dom Walter entra em contato com o então Superior Delegado, o Padre Manuel Escribano Rodriguez,SF fazendo o convite para a congregação assumir a administração da Paróquia Nossa Senhora do Rocio em sua Diocese.

Depois de se cumprir todo processo de visita, conversação e aprovação junto à Cúria Geral na Espanha e o senhor bispo, no dia 11.02.2003 através da tomada de posse dos Padres Evton Bezerra Ramos,SF (Pároco) e Marcos Flávio de Oliveira Angeli,SF (Vigário) a Congregação dos Filhos da Sagrada Família começa a liderar os trabalhos pastorais frente a nossa Paróquia. Estes ficam à frente da nossa paróquia até 2011.

Em 30.03.2007 nossa paróquia é agraciada e escolhida para ser a sede da posse do segundo bispo diocesano Dom João Bosco Barbosa,OFM sagrado por Dom Frei Cláudio Cardeal Hummes,OFM, como bispo ordenante.

Com a saída dos Missionários da Sagrada Família, a paróquia tem agora como pároco provisório o pe. José Chipanski, também, do clero diocesano, que prepara a paróquia para receber em fevereiro de 2012 os Missionários Servos do Senhor(MsS), vindos de Eunápolis na Bahia, para assumir a gestão paroquial sob convite do bispo diocesano Dom João Bosco.

Frades Missionários Servos do Senhor

Assim, em fevereiro de 2012 chegam à nossa paróquia os Frades Missionários Servos do Senhor para assumirem o pastoreio dessa porção do povo de Deus nas pessoas do Frei José Carlos E. dos Santos,MsS (administrador) e Frei Leonardo Barcelos,MsS (vigário e prior local), acompanhados dum grupo de postulantes, que já residiam e estudavam no Seminário Diocesano e em novembro de 2012, todos os frades Missionários Servos do Senhor vêm para conhecerem a mais nova missão e realizarem seu retiro anual, que contou com a orientação do pe. Emílio Bortolini, do clero diocesano. Com o desligamento de frei Leonardo, do Instituto, a 31.01.2015 chega como vigário e prior local, Frei Antoniel de A. Peçanha,MsS, acompanhando dum novo grupo de postulantes.

Em junho de 2014, Dom João Bosco,OFM ordena diácono permanente o professor Marcos,ofs, nosso paroquiano!

Mais uma vez a querida Paróquia do Rocio é olhada com atenção especial, agora em 2015, quando a 12 de junho é escolhida mais uma vez para ser o local da posse do terceiro biso diocesano de União da Vitória, Dom Agenor Girardi,MSC até então bispo auxiliar de Porto Alegre-RS.

A 25.10.2015, Dom Agenor dá posse ao novo pároco, Frei Antoniel,MsS que recebe como vigário em 06.11, Frei José Romão da Silva,MsS, que assume como prior, além de já contar com o juniorista Frei Lyon Mendonça,MsS. Além desses a Paróquia continua como a sede da comunidade formativa do postulantado que estuda no Seminário Diocesano Rainha das Missões!

A partir de março de 2017 a Paróquia Nossa Senhora do Rocio passa a ser comunidade formativa do aspirantado dos Missionários Servos do Senhor e recebe seu segundo vigário, Frei Cristóvão Carvalho,MsS. Em 2018, com a transferência de frei José Romão,MsS para a Bahia, chega para compor a fraternidade, o neo-diácono Frei Luiz Henrique,MsS, um daqueles postulantes de 2012.

Nesses 48 anos nossa paróquia teve, portanto, como párocos ou administradores paroquiais:

Frei Dionísio Veronese,FMM – de 1970-5/1977-85;
Frei Domingos Rigos,FMM – de 1975-6;
Frei Gaspar Zonta,FMM – de 1976-7;
Frei Celestino Dotti,FMM – de 1985-95;
Frei Dionísio Galvan,OFMCap – de 1995-6;
Frei Victorino Prando,OFMCap – de 1997-2000;
Frei David Colle,OFMCap – de 2000-2;
Pe. Antônio Carlos Rodrigues – 2002/3;
Pe. Evton Bezerra Ramos,SF – 2003-6;
Pe. Marcos Flávio,SF – 2006-7;
Pe. Manuel Escribano,SF – 2007-8;
Pe. Daniel Andrés B. Brizueña,SF – 2008-11;
Pe. José Chipanski – 2011-2;
Frei José Carlos E. dos Santos,MsS – de 2012-5;
Frei Antoniel de A.Peçanha,MsS – de 2015.

Notícias da Paróquia

Infância e Adolescência Missionária é implantada na paróquia do Rocio

Preparando mais uma implantação da…

‘Terço dos Homens’ elege nova Diretoria Diocesana

No domingo, 21, a Matriz Nossa Senhora…

Encontro do ‘Terço dos Homens’ escolherá nova diretoria diocesana

Organizado na Diocese com Estatuto e…

Paróquias do Rocio e Nossa Senhora das Dores acolhem novo pároco

No dia 29 de setembro, a paróquia…

Paróquia do Rocio recebe novo vigário paroquial

Novo padre vem para auxiliar as…