Igreja Católica Apostólica Romana

Ordenação Diaconal marca história na Diocese

O sábado, 03 de setembro é uma data que ficará marcada para a história da Diocese de União da Vitória. Em quarenta anos de Diocese, pela primeira vez foram ordenados 4 diáconos em uma única celebração.

Da esquerda para a direita: João Henrique, Emerson, João Francisco, Marcelo
Da esquerda para a direita: João Henrique, Emerson de Toledo, João Francisco, Marcelo A. Rosa.

 

Os seminaristas João Henrique Lunkes, de Rebouças, João Francisco Sieklicki, de Rio Claro do Sul, Marcelo Antônio Rosa, de Paulo Frontin e Emerson Gonçalves de Toledo, de Rebouças, receberam nesse dia, pela Imposição das Mãos e Oração Consecratória, feita por Dom Agenor Girardi, bispo diocesano, o Primeiro Grau do Sacramento da Ordem, se tornando Diáconos.

Familiares dos seminaristas, fiéis leigos das Paróquias onde estão atuando como Estagiários, membros do Clero e fiéis leigos da Paróquia São Mateus, em São Mateus do Sul, que acolheu a celebração, lotaram a Matriz na Missa de Ordenação, que teve início às 17h.

Prostrados ao chão, os seminaristas expressam o total despojamento do mundo e entrega à Deus de suas vidas.
Prostrados ao chão, os seminaristas expressam o total despojamento do mundo e entrega à Deus de suas vidas.

 

Atuando como seminaristas estagiários a praticamente oito meses, os quatro novos diáconos continuarão seus trabalhos nas paróquias onde já estavam, excetuando um deles que teve designação para outra paróquia. O Diácono João Henrique continua seu trabalho na paróquia São João Batista, em São João do Triunfo, o Diácono João Francisco, permanece atuando na paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em São Mateus do Sul, o Diácono Marcelo A. Rosa, se mantém na paróquia Sant’Ana, em Santana-Cruz Machado, e o Diácono Emerson de Toledo, que estava na paróquia São José Castíssimo Esposo da Virgem Maria, em Antônio Olinto, atuará agora como diácono na paróquia Sagrada Família de Nazaré, em União da Vitória.

Dom Agenor Impondo as mãos sobre os eleitos, conferindo-lhes o Sacramento da Ordem.
Dom Agenor impondo as mãos sobre os eleitos, conferindo-lhes o Sacramento da Ordem.

Enquanto exercem nestas paróquias o novo ministério que assumiram, os novos diáconos vão se preparando para a Ordenação Sacerdotal programada para 2017 nos meses de Fevereiro, Março, Abril e Maio, respeitando também assim, o tempo de interstício de aproximadamente seis meses, entre o Diaconado e o Presbiterado, como rege o Cânon 1031, do Código de Direito Canônico.

Em sua homilia, na Missa de Ordenação, Dom Agenor destacou que, assumir a Missão de Cristo é também se desapegar de muitas outras coisas, para viver com exclusividade amorosa a Missão. “O convite é para seguir Jesus, com desprendimento até mesmo da família; o que não significa ruptura ou abandono. Com a ordenação diaconal, hoje vocês ganham uma nova família, que é o presbitério de nossa Diocese de União da Vitória. Vamos juntos carregar a cruz de Cristo, cada dia em nossa Diocese; mas também vamos compartilhar muitas alegrias de poder servir a este povo de Deus”, assim os convocou.

Dom Agenor também relembrou a essência do Ministério Diaconal, o qual configura o ordenado à Pessoa do Próprio Cristo no Múnus de Servir. “Hoje vocês são associados ao Cristo Servo: – ‘Que veio para servir, e não para ser servido’. O ministério diaconal é para o serviço da comunidade”, expressou assim o bispo aos quatro seminaristas.

Conferido o 1º Grau do Sacramento da Ordem pela Imposição da Mãos e Oração Consecratória pelo bispo, os os quatro diáconos são configurados ao Cristo Servo.
Conferido o 1º Grau do Sacramento da Ordem pela Imposição da Mãos e Oração Consecratória pelo bispo, agora os quatro diáconos são configurados ao Cristo Servo, para servir à Igreja de Cristo.

 

Pe. Marcelo S. de Lara
Assessor da Pascom
fmslara@yahoo.com.br 

Confira mais fotos abaixo.

 

 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.