Igreja Católica Apostólica Romana

Padres da Diocese participam de evento inédito para padres paranaenses

Dos dias 02 à 17 de julho, na cidade de Matinhos, litoral do Paraná, 28 padres, representando 15 das 18 dioceses do Paraná participaram de um encontro de formação reservado ao clero paranaense.

O evento foi um fato inédito, sendo a primeira vez que foi oferecido no Estado um curso de atualização para padres, com 15 dias de duração.

O curso foi preparado para padres que tem entre 10 e 25 anos de ordenação, entendendo que essa etapa da vida do presbítero é um momento de muitas tomadas de decisões e encaminhamentos, precisando ser vividos com muita responsabilidade e fé.

O objetivo principal foi promover uma revisão geral da vida do padre, no campo espiritual, intelectual, pastoral, na vida comunitária-missionária, e na dimensão afetiva.

Foi assim a experiência que o padre Joviano José Salvatti, pároco da paróquia Santo Antônio do Iratin – Bituruna e o padre Sidnei José Reitz, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, de São Mateus do Sul, ambos da diocese de União da Vitória, vivenciaram no aspécto da revitalização da vida pessoal e ministerial. “Para mim foi um momento muito especial, já que estou completando este ano 15 anos de ordenação. Como tudo na vida, as vezes corremos o risco de cair na rotina, e o objetivo desse Curso era exatamente de nos dar uma oportunidade de revisitar todas as áreas de nossa vida, não só nossa saúde espiritual, mas também a saúde física e psíquica, muito importantes também para a boa vivência de nosso ser padre”, testemunhou padre Sidnei.

Vários especialistas na área da saúde, como cardiologista, fisioterapeuta, educador físico, psicólogo e psiquiatra se fizeram presentes expondo assuntos ao grupo, tendo em vista que muitas vezes o padre, por conta de sua agitada rotina, não dá tanta importância ao cuidado físico.

Para o padre Joviano, a oportunidade de participar do curso foi um momento de pensar também no cuidado de si mesmo para melhor evangelizar. “No nosso ministério a gente acaba muitas vezes cuidando mais do povo do que da gente mesmo. Tudo o que vimos, ouvimos e aprendemos, chamou a nossa atenção para isso e foi muito bom. É algo que vou levar para sempre na minha vida sacerdotal, e desejo que nas próximas edições, outros padres não percam a oportunidade de participar”, comentou ele. 

Grato pela experiência que teve, padre Sidnei também desejou que muitos outros membros do clero possam no futuro participar de um momento  como esse. “Esperamos que nos próximos anos mais padres possam estar fazendo essa experiência que só tem a trazer benefícios para a vida pessoal do padre e consequentemente para toda a comunidade”, manifestou ele desejoso.

Pascom Diocesana

                 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*