Igreja Católica Apostólica Romana

Setor São Mateus realiza encontro de formação para MECEs

"Eles são líderes nas comunidades, mas, como testemunhas de Jesus no serviço”.

Mais de duzentos Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística estiveram presentes na Matriz São Mateus, no domingo, 07 de abril, para um dia de formação.

MECEs das seis paróquias do Setor São Mateus, em momento de animação, no salão da Paróquia São Mateus, em São Mateus do Sul.

 

Reunidos no salão da igreja, os MECEs tiveram palestras sobre “Liturgia”; “Homilia e Reflexão”; “Leitura Orante da Palavra de Deus”; e “Comunicação na Liturgia”.

Padre João Francisco explica os temas:
Lúcia Staski, no salão da Paróquia, local das palestras e refeições.

Mesmo com o tempo chuvoso, muitos vieram de comunidades distantes do interior das seis paróquias que formam o Setor. Foi o caso de Lúcia Staski, MECE na comunidade do Bromado, de São João do Triunfo.

Há um ano e três meses exercendo o serviço na Igreja, Lúcia encarou a formação como espaço de crescimento para sua caminhada. “Pude tirar muitas dúvidas que ainda tinha sobre a celebração. Volto para casa mais segura também para fazer as celebrações, pois antes tinha dificuldade em falar em público”, comentou a nova Ministra.

Eliane Soraia, revestida com o jaleco de ministra, apontando para o Sacrário, onde está Jesus, sentido da sua missão na Igreja.

Outra participante foi Eliane Sorais Boschin Muchalak. Ajudando na Matriz São Mateus há oito anos, Eliane frequentou várias formações como Ministra, e além do conteúdo das palestras, o que mais lhe encantou foi o momento da celebração e os espaços de convivência.

“Temos uma visão, uma compreensão diferente com essas palestras, sem contar o entrosamento, que gera troca de experiências. Mas o mais bonito mesmo é o momento da celebração, vendo todos os padres e a igreja cheia de ministros. É emocionante”, expressou Eliane.

Áudio da MECE Eliane.
Pe. João Francisco, proclamando o Evangelho na missa de encerramento.

Um dos organizadores do evento foi o padre João Francisco Siecklicki, vigário da paróquia do Perpétuo Socorro, de São Mateus do Sul. Segundo ele, os Ministros têm um papel importante nas comunidades, tendo em vista que os padres não conseguem estar presentes o tempo todo. Por isso, valoriza as formações constantes.

“É importante essas atividades pela Celebração da Palavra que eles realizam nas comunidades, pela visita aos doentes e outras ações feitas pelos MECEs. Eles são líderes nas comunidades, mas, como testemunhas de Jesus no serviço”, lembrou o padre.

Áudio Padre João Francisco.
Padre Emerson, vigário da Paróquia São Mateus, em São Mateus do Sul.

Durante a homilia, padre Emerson Gonçalves de Toledo incentivou para que os Ministros não desanimem no serviço, mesmo diante de desafios. Segundo o padre, o propósito da eternidade é aquilo que deve impulsionar o MECE. “Paulo nos fala na segunda leitura que não existe vantagem maior que conhecer Cristo Jesus, mas é necessário fazer o caminho. Então, sejamos perseverantes”, exortava o padre.

Na missa de encerramento, também os padres José Carlos e João Henrique Lunkes estiverem presentes, bem como alguns seminaristas do Seminário Diocesano, de União da Vitória. Os demais padres do Setor justificaram sua ausência devido a outras atividades em suas paróquias.

Áudio Homilia com padre Emerson.

Além dos encontros de formação por Setores, os Ministros também participam de formações em suas próprias paróquias.

Texto e Fotos: Marcelo S. de Lara
Setor de Comunicação

GALERIA DE FOTOS

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*