Igreja Católica Apostólica Romana

Paróquias da Diocese celebram os 176 anos de Fundação da IAM

No dia 19 de maio, a Pontifícia Obra da Infância e Adolescência Missionária celebrou 176 anos de fundação. Fundada pelo bispo francês Dom Carlos Forbin-Janson, em 19 de maio de 1843 na cidade de Nancy, França, a IAM nasceu do olhar sensível do bispo para com as crianças chinesas da época, que viviam em situação de miséria e sofrimento.

Dom Carlos propôs à Paulina Jaricot, responsável pelo início da Obra da Propagação da Fé, a ideia de incentivar as crianças da França a ajudarem outras crianças, recitando uma Ave-Maria por dia e doando um dinheiro por mês, para auxiliar crianças necessitadas. Era a primeira vez na história que a Igreja confiava às crianças um papel missionário específico: salvar crianças inocentes, para fazer delas pequenos discípulos missionários.

Embora tenha nascido para recorrer a triste situação das crianças chinesas, a iniciativa logo abriu os horizontes para o mundo inteiro por meio do resgate, do Batismo, do sustento e da educação das crianças dos povos que não conhecem Jesus Cristo. Dom Carlos tinha em mente visitar outros países da Europa, pregando essa nova cruzada de batismo. Ao morrer, em 11 de julho de 1844, sua obra estava estabelecida em 65 dioceses.

Hoje a IAM está presente em mais de 130 países e apoia milhares de projetos que visam salvar vidas.

A chegada da IAM no Brasil ocorreu em 1848. Após mais de um século adormecida, começou a ser resgatada em 1955, porém, sem grande repercussão no meio católico. O retorno de suas atividades concretizou-se nos anos 1990, quando a Obra celebrou os 160 anos de fundação no mundo. Nesse ano ela se espalhou por todos os cantos do país.

Na Diocese de União da Vitória, a obra foi implantada no dia 07 de agosto de 2004. A Paróquia São Judas Tadeu, de União da Vitória, uma das pioneiras e que hoje possui o grupo da IAM mais antigo na Diocese, comemorou com grande alegria este momento. Na missa das 19h, no dia 18 de maio, o grupo da IAM e catequisandos da paróquia encenaram um teatro com o tema ‘Batizados e Enviados, IAM em Missão do Mundo’, apresentando para a comunidade a história e a importância da Pontifícia Obra Missionária.

            Crianças e Adolescentes encenando o teatro na Matriz São Judas Tadeu, em União da Vitória. (Foto: IAM Paroquial).

 

Ao longo da semana, atividades comemorativas como, visitas missionárias, Semana de Oração, e Vigília Eucarística estão programadas também em outras paróquias da Diocese.

Outra celebração a ser realizada será a 7ª Jornada Nacional da IAM, com o tema “Batizados e enviados: IAM em missão no mundo”. A celebração que se dará no dia 26 de maio, envolverá Grupos de todo Brasil que estarão em sintonia com o Mês Missionário Extraordinário, convocado pelo Papa Francisco.

A celebração envolverá a Consagração das crianças e adolescentes participantes dos grupos da IAM motivados a viverem a dimensão do sacrifício, simbolizado através do Cofrinho Missionário, que deve ser apresentado na procissão das oferendas na missa.  Neste ano o sacrifício realizado pelas crianças e adolescentes será repassado pelas Pontifícias Obras Missionárias para o continente Africano.

Informações: Pontifícia Obra Missionária e
Terezinha Tomacheski Karpinski, Assessora da IAM

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.