Igreja Católica Apostólica Romana

Professores do IFTESAM avaliam o Ano Acadêmico de 2018

Nesta quinta-feira, 08, professores do Instituto de Filosofia e Teologia Santo Alberto Magno (IFTESAM), do Seminário Diocesano Rainha das Missões, de União da Vitória, estiveram reunidos para a avaliação anual do ano acadêmico 2018.

Professores e secretária Rose, do IFTESAM, reunidos na sala da Cúria.

O encontro que se deu na sala de reuniões da Cúria Diocesana foi conduzido pelo padre Mário Fernando Glaab, diretor do Instituto, contando com a presença dos professores, padre José Levi Godoy, padre Silvano Surmacz, padre Emílio Bortolini, padre Sidnei Reitz, Marcelo de Lara, e a secretária do Instituto, Rose Maria B. Lau.

Além de membros do corpo docente do Instituto, dois seminaristas acadêmicos se fizeram presentes na primeira hora da reunião, para partilhar questões a serem melhoradas em sala de aula quanto a investimento, conteúdo das disciplinas e metodologia.

César Potuk, seminarista representando o curso de filosofia, entre outras avaliações sugeriu o cuidado para que algumas disciplinas não fiquem com as aulas demasiadas espaças. “Temos algumas disciplinas em que as aulas são muito distante uma da outra, e isso nos dificulta. Retomar o raciocínio daquela matéria depois de um mês sem aula, as vezes não é tão simples”, partilhou o representante.

Para Douglas Ribasz, representando o curso de Teologia, o ano acadêmico na dinâmica das aulas foi muito bom. O que o acadêmico trouxe como solicitação foi o pedido de retorno de alguns professores considerados muito bons pelos estudantes de teologia. “Percebemos que o grau de exigência em trabalhos esse ano foi maior, isso é bom, pois o conteúdo não fica restrito apenas na prova, mas sentimos a falta de outros bons professores que tínhamos em anos anteriores e que se possível, pediríamos que voltassem”, socializou o seminarista.

Entre os professores foi elogiado o esforço e o bom rendimento dos alunos em sala de aula. Apontado como uma ressalva, padre Emílio comentou a falta de busca na leitura de artigos de revistas de teologia por parte dos alunos, assim como maior acesso à biblioteca. “Os artigos são excelentes pois condensam ideias de uma obra inteira e isso facilita a mergulhar no essencial de um assunto. Foi um investimento grande nessa revistas, e os alunos poderiam, assim como nós professores, aproveitar mais desse material”, disse o padre.

Seminário Diocesano e Instituto de Filosofia e Teologia Santo Alberto Magno, em União da Vitória.

O último momento da reunião se deu com a escolha de professores para as disciplinas de ambos os cursos, para o ano acadêmico de 2019. Buscando conciliar a cadeira disciplinar de cada professor com as disciplinas do próximo ano, padre Mário fez as sugestões dos docentes para algumas disciplinas. “No Curso de Filosofia, ano que vem retomamos o primeiro ano do ciclo, iniciando o curso agora com o ciclo de três anos para os novos que entrarem. Precisamos fazer uma manobra para achar professores e adequar as aulas, mas agradeço muito a vocês aqui que estão sempre dispostos a nos ajudar”, agradeceu o diretor.

Algumas disciplinas para o curso de filosofia e teologia ainda estão em aberto quanto ao quadro de professores para assumi-las. A urgência maior estão para as disciplinas que devem ser lecionadas no primeiro semestre de 2019.

Seminaristas acadêmicos dos Cursos de Filosofia e Teologia, do IFTESAM, na Capela do Seminário.

Texto e fotos: Pascom Diocesana

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

*